icon-conta icon-glass
Free Shipping to Europe

Jéssica João


Entrevista a Jéssica João

 

 

1. Qual foi o teu percurso para chegar até onde estás agora?

Sou de Leiria. Fiz o meu percurso escolar até ao 12º ano em Artes Visuais. Depois disso fui para o Instituto Politécnico de Artes Aplicadas em Castelo Branco e licenciei-me em Design de Moda e Têxtil. Foi nessa fase da minha vida que percebi que o que realmente queria fazer era Ilustração de Moda.

Durante o curso, percebi que a paixão que eu tinha pelo Design de Moda estava assente na Ilustração. Claro que foi óptimo ganhar conhecimento de tecidos, texturas e ficar a saber mais sobre a história por detrás da moda, desde influências e inspirações. Foi lá que comecei a delinear o caminho que acabei por seguir.

Neste momento trabalho naquilo que gosto: como ilustradora de moda freelancer. Tenho tido a sorte de contactar com várias pessoas do mundo da moda que se identificam com o meu estilo de ilustração – que assenta essencialmente nas características da sensualidade, luxuosidade e realismo (no caso da expressão facial das figuras que retrato é fundamental).

2. Como é que começaste a explorar as tuas expressões criativas?


Não me lembro de começar a desenhar, lembro-me da vontade que me dava de o fazer quando via desenhos animados. Quando era miúda passava as férias em casa da minha avó – casa essa que ainda continua cheia dos meus desenhos e rabiscos. Os meus pais já sabiam que eram obrigados a comprar-me um caderninho para eu fazer os meus desenhos.

Sei que é meio estranho e raro uma criança de 6 anos ter consciência da dimensão e porporções do corpo humano – mas eu sempre tive, mesmo que não fossem perfeitos, dava para perceber que os meus desenhos demonstravam uma perceção diferente da desproporcionalidade comum nos desenhos de crianças.

Lembro-me de me perguntarem qual a profissão que gostava de ter já no 1º ano e sei que a minha resposta nunca mudou: dizia sempre que queria ser Estilista. Foi só mesmo no curso que percebi que Estilismo é uma coisa e Design de Moda outra.

Durante o percurso escolar sempre me disseram que tinha muito jeito para o desenho, o que costuma ser um incentivo – aquilo que me motivava a mim era mesmo a vontade e o gosto pelo desenho em si. O prazer que me dava desenhar.

Eu acho que toda a gente sabe desenhar. Uns melhor, outros pior – é certo – mas a qualidade do desenho não está só na qualidade do traço ou na forma de representar algo, também está muito na expressão transmitida.

3. Qual foi a tua inspiração para este trabalho? Como foi o teu processo criativo?

O ponto de partida, como com todas as minhas outras ilustrações, foi o luxo. Fui buscar elementos dourados à Arquitetura Barroca e também me inspirei na Art Nouveau, que é um dos estilos artísitcos de que mais gosto pelos elementos vegetalistas.

Como era uma ilustração para uma peça de Primavera/Verão, usei flores, porque são um elemento característico da época e conjuga beleza e simplicidade. Resumindo: aliei elementos
Barrocos e vegetalistas à delicadeza das flores para criar uma ilustração onde a peça é a minha tela.

 

 

 

 "Delicate Nouveau"

A própria peça de roupa é uma tela para aquilo que inspira e apaixona Jéssica na Arte. Usando esta oportunidade para transpor para o tecido aquilo que esteticamente a atrai, Jéssica cunhou uma peça do estilo Barroco-Nouveau-Primaveril-Joanino, aliando os elementos Barrocos e vegetalistas à delicadeza das flores .

 

                                                                

 


 English  Portuguese