icon-conta icon-glass
Free Shipping to Europe

Michelle de Reis


Entrevista a Michelle de Reis

Michelle Reis


Como é que foi o teu percurso até chegar onde estás agora? 

A minha entrada no Mundo do desenho e da Ilustração começou muito cedo. Quando eu era pequena, era-me muito incutido, por parte da família, o hábito de ter o meu diário gráfico e fazer as minhas próprias ilustrações. Desde muito cedo, desenvolvi uma grande paixão por tudo o que é de material a nível de aguarelas, lápiz de cor, canetas, etc.

Fiz o curso de Design de Moda na Universidade da Beira Interior. Ir para Design de Moda teve a ver com a parte de desenho – porque eu sabia que era um curso em que realmente iria estar a trabalhar acerca do desenho, dos padrões, das cores, das texturas. Sabia que ia ser uma coisa muito manual, que, realmente, sempre foi aquilo que me interessa.

Quando terminei a Licenciatura tive a oportunidade de estar em vários estágios. Num deles estive na Vogue e na GQ Portugal, onde começaram a perceber o trabalho que eu fazia e tive a possibilidade de publicar algumas das minhas ilustrações. Mais tarde entrei num gabinete de Design, onde a minha função é ser assistente de Design de Moda. 


Como é que descreves o teu estilo? Do que é que mais gostas de trabalhar em desenho?

O que me inspira desde sempre é a parte da natureza. As minhas Ilustrações que foram publicadas - por exemplo na Vogue – pediram-me uma natureza morta. O tipo de Ilustração que eu faço tem muitas vezes a ver com objetos, com coisas reais. Não têm uma forma tão abstracta, focam-se em representar o que é. Muitas vezes é isso que é a Ilustração de Moda. São coisas já pré-concebidas por outros às quais nós conseguimos acrescentar a nossa visão. 

Este tipo de Ilustração que eu faço agora é um bocado diferente – já vou um bocadinho para uma dimensão um bocadinho diferente, por assim dizer.


Qual foi a tua inspiração para este trabalho? Como foi o teu processo criativo?

A minha ilustração teve a ver, como sempre, com a parte da fauna – tudo o que tenha a ver com flores e plantas. Depois o Flamingo é um animal que, de certa forma, consegue fazer frente às mulheres – por ser sofisticado e elegante. Está bem enquadrado no segmento em que a marca se quer enquadrar.

Quando fiz os vários estudos e esboços iniciais, não me quis cingir à peça de roupa, quis deixar voar a criatividade. Percebi que era esta uma boa forma de conseguir chegar lá, no final.

 

Peça Monarte Elegant Flamingo

 

Não é segredo nenhum que o Flamingo é uma criatura exuberante. Não só tem uma cor rosa linda, como também uma postura extremamente graciosa e elegante. Se alguma vez existiu algum animal a fortalecer a feminidade de uma mulher é, sem dúvida, o Flamingo.   

 

 


 English  Portuguese